Arquitetando Estilos

A importância de dizermos NÃO aos nossos filhos

Justamente hoje, que é o último dia do mês de Setembro, mês este em que refletimos especialmente sobre o suicídio, cá estou eu para falar um pouco sobre a importância de dizermos NÃO aos nossos filhos…

Você pode estar pensando que não existe relação entre este tema e o Setembro Amarelo, mas posso apostar com você que sim, existe!

Cada vez mais vemos adolescentes tentando tirar e tirando a própria vida por motivos fúteis. É verdade sim que nenhum motivo é realmente justificável para o suicídio, porém ele é ainda mais incompreensível quando motivado por problemas típicos da adolescência, como levar um fora, ser excluído de um grupo, não ser correspondido, não conseguir atingir uma meta e etc.

Os problemas que eu listei e os que ficaram pela sua imaginação na verdade são problemas da vida adulta, aos quais começamos a ser expostos na adolescência. Na infância é possível controlar a vida dos filhos de modo que não se frustrem, MAS É EXATAMENTE AÍ QUE MORA O PERIGO. Afinal é treinando que se aprende, e nós pais devemos ensinar inclusive aos filhos sobre como lidar com as frustrações.

Lógico que não é necessário fazer movimentos especiais com o intuito de frustrar os pequenos. Perceba que o movimento acontece ao contrário, quando os pais tentam privá-los a qualquer custo de viverem pequenas perdas, nãos e esperas. Isto ocorre quando ao invés de permitir que os filhos sofram o luto de um animalzinho de estimação, os pais lhes correm comprar outro, muitas vezes igual, para que os pequenos sequer percebam a morte. Ocorre também quando os pais não permitem que as crianças esperem uma data especial (como aniversário, natal, dia das crianças) para dar um presente. E entre muitos outros exemplos, também acontece quando os pais, por possuírem condições financeiras proporcionam e dão aos filhos TUDO o que existe de melhor no mercado, tirando deles a capacidade de querer, desejar, esperar e conquistar algo.

Por isso gaste a sua energia amando, acompanhando, estando perto, acolhendo as pequenas dores dos seus filhos e nenhuma energia elaborando estratégias mirabolantes para reorganizar a realidade com a intenção de não deixá-los sofrerem. O sofrimento, assim como perdas e longas esperas, fazem parte da vida, e é fazendo isto que nossos filhos terão a resiliência necessária para sobreviver a/ e crescer com ele.

Talita Felipe

Sobre Talita Felipe

Psicóloga escolar e infantil, especialista em Terapia Cognitivo Comportamental.
CRP 8 n°16669
Centro Integra - Rua Souza Naves 3094 - Cascavel - PR.
Telefone: (45) 9912-6401

Visite meu site
Todos os posts

Posts Aleatórios

Talita FelipeA importância de dizermos NÃO aos nossos filhos

1 comment

Join the conversation
  • Fernando Gessi Zanettin - 30 de setembro de 2018

    Muito realista.. hj em dia em geral não somos preparados a lidar com frustrações em geral.. e infelizmente passamos isso as crianças.. parabéns pelo texto..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *