Arquitetando Estilos

Amadurecendo ou ficando mais chato?

Tem momentos que acho que são a mesma coisa. Amadurecer é ficar mais chato e ficar mais chato é amadurecer. Tem momentos que penso que não: tudo é coisa da minha cabeça e a gente vai mudando conforme o tempo passa.Pulando questões filosóficas existenciais, ficar mais chato não deveria ser uma opção, diferente de amadurecer. Alguns fatores nos levam a crescer e a ficar mais cético em grandes questões da vida. São eles: perder o emprego, sair de casa, terminar um relacionamento, começar outro, pedir desculpas, reconhecer erros, ter iniciativas, cair e levantar de novo (…).

O amadurecer acontece com todos, uma hora ou outra, quer você queira ou não. Agora, ficar mais chato é uma escolha. Se permitir viver, arriscar e rir das cenas embaraçosas que protagonizamos, é uma arte. O próprio riso é uma arte. Na coluna de hoje dou dicas de coisas para fazer e locais para ir para você rir e não ficar assim tão chato.

Exposição

A SOMA Galeria abre espaço para um fotógrafo curitibano que já viajou para mais de 100 países. Com fotos tiradas na Coréia do Norte, Eritreia e Turcomenistão, Raul Frare mostra países distantes do mundo ocidental na exposição Parca Hegemonia. Se você é daqueles que gosta de ver uma obra e pensar “como ele(a) fez isso?”, acredito que essa exposição é uma ótima oportunidade para ter esse tipo de pensamento. Tirar foto de crianças brincando num parquinho na Coréia do Norte, não deve ter sido tarefa fácil. É possível conferir as fotos de Frare a partir do dia 07 de julho das 11h às 19h, de terça a sábado. Domingo, das 10h às 15h. A SOMA Galeria fica na Rua Brigadeiro Franco, 2137 – Centro.

Café

Fui na Distinto Café ter um curso básico de barista. Achando que iria sair de lá com total conhecimento sobre a bebida, na verdade, saí de lá com a certeza de que o café é tão ou mais complexo quanto uma boa garrafa de vinho. As variedades são inúmeras e o ato de, por exemplo, não gostar de uma xícara de café, pode ser resultado de um mísero erro em qualquer etapa da produção (que, diga-se de passagem, é gigantesca). Depois do curso, comecei a dar mais valor para quem realmente pensa café, faz café e se preocupa com a bebida.

O local da Distinto é pequeno e aconchegante. O atendimento é ótimo e, além de atender a clientela, ajuda os mais leigos na hora de pedir o seu café. Se você gosta mais forte, mais fraco, mais doce, mais amargo, o pessoal está aberto para tirar dúvidas e sugerir a melhor opção para você. Outro ponto interesse é o fato de que lá é possível moer os grãos que você compra na hora. Importante ressaltar que o local é especializado em cafés e não conta com nenhum tipo de comida.  A Distinto fica na Rua Tapajós, 1047, Bom Retiro. O horário de funcionamento é das 10h às 18h.

Música

Foi anunciado que Camila Cabello estará em Curitiba em outubro desse ano. A cantora norte-americana vai se apresentar no Z Festival que passa pela capital depois de Porto Alegre, Uberlândia e São Paulo. No dia 16 de outubro, na Pedreira Paulo Lemiski é possível conferir, junto com Cabello, Anavitória, 1Kilo, Cat Dealers, Vitor Kley, Zeeba, Make U Sweat e Sr. Banana.

Os ingressos começam a ser vendidos no dia 07 de julho e podem ser adquiridos em pontos de vendas a serem confirmados pela LivePass sem a cobrança, nesses casos, de taxa de serviço. Os valores da pista premium variam de R$240 (meia) e R$480 (inteira) e a pista sai por R$150 e R$300. O camarote varia de R$450 e R$900.

Cinema

É claro que o destaque não poderia ser outro. Os Incríveis 2 entra em cartaz e já lidera a lista nos cinemas brasileiros. Entre os dias 28 de junho e 1° de julho o longa de animação superou Jurassic World: Reino ameaçado e Oito mulheres e um segredo, filmes que lideravam até então.

Não é de se admirar que o filme leve ainda tanta gente para o cinema. O primeiro Os Incríveis foi lançado em 2004, ou seja, há 14 anos. Se crianças foram com seus pais à época, hoje, já jovens adultos, vão ao cinema num clima de nostalgia. O filme segue essa evolução do público e mostra os sinais do tempo: há o empoderamento de protagonistas femininas e se afasta de clichês dos personagens principais. O longa pode ser visto em diversas salas de cinema pela capital.

Para o mês de julho estão previstas estreias como Hotel Transilvânia 3, Arranha-Céu: Coragem sem Limite (12/07), Alguma Coisa Assim (26/07), numa produção brasileira e alemão e Missão Impossível – Efeito Fallout (26/07).

Sobre o longa brasileiro Alguma Coisa Assim do diretor Esmir Filho, o filme é uma continuação de um curta lançado em 2006. Na época, a obra foi selecionada pela Semana da Crítica do Festival de Cannes e pode ser vista pelo link que separei abaixo. Espero que sirva de estímulo para conferir a continuação.

http://portacurtas.org.br/filme/?name=alguma_coisa_assim

Curitiba & Gastronomia

Acontece entre os dias 7 e 23 de julho, o 5º Festival de Inverno do Centro Histórico de Curitiba. O evento reúne gastronomia, cultura, workshops, música, cinema e moda entre 20 estabelecimentos que fazem parte do Festival. Os locais estarão de portas abertas e contarão com uma programação cultural interessante possibilitando para os curiosos conhecer mais os casarões do centro. A estreia é no Memorial de Curitiba com um sorteio pelas redes sociais. Os combos gastronômicos variam de R$15, R$30 e R$50, em que se pode aproveitar comidas típicas da estação como o pinhão e sopas. O evento também conta com os Circuitos da Cerveja e o Dia do Chá. Os Circuitos são feitos entre os bares do Centro Histórico que acompanha petiscos, cerveja artesanal e informações sobre a bebida. Já o Dia do Chá é reservado para a degustação de chás harmonizados com bolachas e tortas. As duas datas disponíveis para o evento são os dias 15 e 16 de julho. Para mais informações é possível acessar ao site:

http://www.centrohistoricodecuritiba.com.br/festival-de-inverno-centro-historico-ja-tem-data-marcada/

Para quem gosta de comida oriental, não pode perder o 3º Festival de Lamens de Curitiba. Durante quase todo o mesmo de julho é possível saborear o prato que foi desenvolvido na China, mas popularizado no Japão. A receita é “simples”: macarrão, caldo e um acompanhamento. Mas durante o festival é possível encontrar cinco opções diferentes do Lamens. Os preços variam de R$30 a R$40 e podem ser consumidos no Tuna que fica na Rua Heitor Stockler de França nº 396, Centro Cívico. O evento vai até o dia 28 desse mês.

Literatura

Comecei numa onda de ler livros que foram adaptados para o cinema. Já foi Assassinato no Expresso do Oriente de Agatha Christie, estou ainda em processo de terminar Me chame pelo seu nome de André Aciman e teremos ainda a adaptação do livro O Sol na Cabeça de Geovani Martins para as telonas (livro que indiquei na coluna de abril).

É interessante ver as adaptações de uma arte para a outra. Uma, a escrita, outra, a imagem. Gosto de imaginar como os roteiristas sentam e pensam naquilo que leram de forma cinematográfica. Para mim, é mágico.

Sei que existem críticas enormes sobre as adaptações do cinema com as obras amadas por todos nós. Mas é assim, quando você cria algo esse algo é do mundo e, sendo do mundo, está aberto para as diversas transformações e releituras.

Espero que tenha gostado da coluna desse início de julho. Se você tem uma crítica, elogios ou sugestões, escreva para mim. Até a próxima,

Eduardo Martinesco

Eduardo Martinesco

Sobre Eduardo Martinesco

Estudante de Jornalismo, Curitiba - PR.

Todos os posts

Posts Aleatórios

Eduardo MartinescoAmadurecendo ou ficando mais chato?

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *