Sexualidade e Comportamento

Sexualidade da Mulher

Aproveitando a campanha do OUTUBRO ROSA, sobre o câncer de mama, irei complementar o assunto sobre a importância da mulher valorizar a sua sexualidade, direcionando uma atenção a obter informações sobre o tema, bem como a buscar um autoconhecimento e vivenciar a sua sexualidade de forma saudável e harmoniosa.

Adriana VisioliSexualidade da Mulher
Leia Mais...

MAIS SEXO COM COMÉDIA E MENOS DRAMA

Dentro de relatos na psicoterapia sexual, escuto de muitos casais que um parceiro fica muito sério quando faz sexo. Isso tanto de homens como de mulheres. E essa seriedade envolve uma expressão facial ou também uma ausência de demonstração de prazer, sendo capaz de atrapalhar um momento que poderia ser relaxante e agradável.

Adriana VisioliMAIS SEXO COM COMÉDIA E MENOS DRAMA
Leia Mais...

SEXO E DOR: COMBINAÇÃO IMPERFEITA

Relatos de mulheres que sentem dor durante a penetração peniana é muito frequente. Muitas mulheres ficam anos carregando esse sofrimento, não compartilham com o parceiro ou ele não compreende e respeita essa dor que a mulher está sentindo. Algumas se submetem a continuar com o sexo mesmo com a dor, outras interrompem a vida sexual, algumas nem iniciam… vamos entender mais sobre isso?

Adriana VisioliSEXO E DOR: COMBINAÇÃO IMPERFEITA
Leia Mais...

CASAMENTO SEM SEXO, QUAL CAMINHO SEGUIR?

No início, o sexo era maravilhoso, mas de uns tempos para cá mudou?

Quando falamos em casamento logo surgem comentários a respeito da vida sexual, que a frequência diminui, e em alguns casos, é nula. Quando o casal para de ter sexo surgem algumas dúvidas, e uma delas é se ainda gostam um do outro; e outro questionamento é qual caminho seguir, se não é a hora de romper e cada um ter seu rumo.

Adriana VisioliCASAMENTO SEM SEXO, QUAL CAMINHO SEGUIR?
Leia Mais...

Vida real não é filme pornô

Esta semana li uma matéria sobre a trilogia Cinquenta Tons de Cinza, realizando uma análise crítica a respeito do enredo, e do quanto ele pode prejudicar alguns conceitos sobre o saudável e o prejudicial, o real versus a fantasia. Um por exemplo é a forma como o personagem Christian vivencia a sua sexualidade de uma forma agressiva em decorrência de abusos e agressões na infância. Nesta matéria é sinalizado o cuidado que devemos ter quando formulamos o que é saudável ou não em um relacionamento.

Adriana VisioliVida real não é filme pornô
Leia Mais...