Sexualidade e Comportamento

SEXO E DOR: COMBINAÇÃO IMPERFEITA

Relatos de mulheres que sentem dor durante a penetração peniana é muito frequente. Muitas mulheres ficam anos carregando esse sofrimento, não compartilham com o parceiro ou ele não compreende e respeita essa dor que a mulher está sentindo. Algumas se submetem a continuar com o sexo mesmo com a dor, outras interrompem a vida sexual, algumas nem iniciam… vamos entender mais sobre isso?

Adriana VisioliSEXO E DOR: COMBINAÇÃO IMPERFEITA
Leia Mais...

CASAMENTO SEM SEXO, QUAL CAMINHO SEGUIR?

No início, o sexo era maravilhoso, mas de uns tempos para cá mudou?

Quando falamos em casamento logo surgem comentários a respeito da vida sexual, que a frequência diminui, e em alguns casos, é nula. Quando o casal para de ter sexo surgem algumas dúvidas, e uma delas é se ainda gostam um do outro; e outro questionamento é qual caminho seguir, se não é a hora de romper e cada um ter seu rumo.

Adriana VisioliCASAMENTO SEM SEXO, QUAL CAMINHO SEGUIR?
Leia Mais...

Vida real não é filme pornô

Esta semana li uma matéria sobre a trilogia Cinquenta Tons de Cinza, realizando uma análise crítica a respeito do enredo, e do quanto ele pode prejudicar alguns conceitos sobre o saudável e o prejudicial, o real versus a fantasia. Um por exemplo é a forma como o personagem Christian vivencia a sua sexualidade de uma forma agressiva em decorrência de abusos e agressões na infância. Nesta matéria é sinalizado o cuidado que devemos ter quando formulamos o que é saudável ou não em um relacionamento.

Adriana VisioliVida real não é filme pornô
Leia Mais...

Sexo sem crise

Ano novo, vida nova… e menos crises!

A crise na vida sexual do casal se apresenta por diversas razões, podendo ser algo externo ao relacionamento, como por exemplo, uma dificuldade em administrar problemas profissionais, estresse, como também pode ser problemas com o próprio relacionamento, falta de comunicação ou uma comunicação inadequada, brigas excessivas, ausência de intimidade e envolvimento afetivo. Não podemos descartar as questões individuais, história de vida, vivências e conceitos estabelecidos ao longo do desenvolvimento, discordâncias entre vontades, fantasias, frequência, disfunções sexuais entre vários outros motivos que são capazes de refletir na vida sexual desse casal.

Adriana VisioliSexo sem crise
Leia Mais...

ATRAÇÃO E LINGUAGEM CORPORAL: Os caminhos para a sedução

Provavelmente você, leitor (a), já ouviu a frase: “Um gesto vale mais do que mil palavras”. Mas talvez não tenha se dado conta do quanto ela pode ser verdadeira.

A linguagem corporal é uma forma de expressão que todas as pessoas possuem, e são capazes de revelar muitos pensamentos e desejos. Esta linguagem pode se apresentar de várias formas, com uma expressão facial, maneiras de expressar movimentos do corpo com controles voluntários e involuntários, um tom de voz, seja com concordância ou discordância do discurso verbal, entre outras formas se expressão do corpo.

Podemos utilizar essas formas ao nosso favor, seja para causar uma impressão positiva nas pessoas, ser bem-sucedido em questões profissionais, demonstrar credibilidade ou até mesmo reconhecer sinais amorosos, identificar no outro jogo de poder e sedução, ou emitir estes sinais com a finalidade de seduzir a outra pessoa.

Sabe aquele olhar profundo, um sorriso discreto, inclinação do tronco, passar a mão no cabelo? A linguagem corporal pode revelar a disponibilidade e interesse para um envolvimento físico e amoroso, ou para chamar a atenção de quem se deseja. O sucesso da paquera e da atração poderá depender da atitude que irá ter e da capacidade de interpretar o que a outra pessoa está demonstrando.

Pesquisas revelam que a nossa postura pode mudar a opinião dos outros sobre nós e também influencia a visão que temos de nós mesmos, interferindo na autoestima.  Uma coluna reta, braços abertos, auxiliam nas sensações de poder, facilitando em um momento de atração. A postura expansiva pode provocar autoconfiança e entusiasmo em diversas situações. Ela é capaz de aumentar positivamente a forma como a pessoa se sente, refletindo na tomada de decisões e seus comportamentos. Já a postura retraída pode induzir ao desânimo e desmotivação. Que tal começar percebendo como está a sua postura, e começar a corrigi-la? Sentir-se confiante é um dos itens importantes para o momento da sedução.

Uma pessoa com uma postura confiante e desinibida, poderá ter uma maior capacidade de atração, conseguindo atrair mais a atenção para si. Faça o teste, observe uma pessoa com a coluna reta e outra pessoa com a coluna curvada, qual te passará mais confiança e será mais atraente?

Outro sinal que envolve a autoconfiança é olhar diretamente nos olhos da outra pessoa. O olhar nos mostra muitos significados. Quando a pessoa desvia muito o olhar pode ser por um sentimento de baixa autoestima, falta de autoconfiança, mentira ou simplesmente por não estar interessada no assunto ou na pessoa, e isso não será favorável para um envolvimento. Quer atenção? Foque o olhar quando estiver falando, isto com certeza faz a diferença. Agora, percebeu que está sendo olhado (a) várias vezes antes de acontecer uma interação? Pode significar que alguém esteja querendo flertar com você!

Algumas percepções podem ajudar a identificar se há um interesse da outra parte. Quando há este interesse, existem demonstrações de expressão verbal ou da linguagem corporal, como por exemplo sorrir demais, arrumar o cabelo, inclinar o corpo em direção da pessoa, algumas vezes tocando no braço dela (e), passar a mão sobre o pescoço, arrumar a roupa, morder o lábio inferior, atrair o olhar, buscar assuntos que parecem interessantes, gesticular, entre vários outros sinais que podem ser emitidos, levando em consideração que cada ser é subjetivo, portanto, estas expressões gestuais podem se alterar de pessoa para pessoa.

Esses são alguns sinais que evidenciam comportamentos de atração. Mas não são únicos, pois as pessoas possuem diferenças, caracterizando formas distintas de linguagem corporal, porém são expressões mais frequentes que podem direcionar para um interesse em atração sexual.

Está com interesse em alguém, ou vai marcar um encontro? Estes sinais corporais podem ajudar muito nesta hora.

Mas vale apenas para os primeiros encontros? NÃO! A sedução deve estar presente em muitos momentos no relacionamento de qualquer casal, independentemente do tempo que estão juntos. Perceber estes sinais corporais do outro, facilita na compreensão de seus sentimentos, como também funciona como um “tempero” que todo relacionamento precisa ter, e que não seja apenas na hora do sexo. Como também pode ser um indicativo que o outro está disponível para o sexo, ou atraí-lo (a) a sentir desejo sexual.

Prestar atenção em si e no outro pode ajudar a identificar as formas que estão sendo expressas e facilitar muito a interação, seja ela apenas de uma noite ou de muitos anos.

Assumir uma postura ativa, tornar-se presente e identificar a presença da outra pessoa pode levar a diversos benefícios, seja para o indivíduo ou para o casal. Lembre-se que o seu corpo também fala por você, invista neste reconhecimento!

Grande abraço,

Adriana Visioli

Adriana VisioliATRAÇÃO E LINGUAGEM CORPORAL: Os caminhos para a sedução
Leia Mais...

Traição

Tentei pensar em diversos títulos para este texto. Até consegui formular alguns da qual me agradaram, mas conforme fui escrevendo sobre o assunto, percebi que eu poderia colocar qualquer complemento em forma de palavras no título, que o foco estaria apenas em uma: TRAIÇÃO. Decidi deixa-la sozinha.

Adriana VisioliTraição
Leia Mais...