Arquitetando Estilos

Cervejas Especiais e seu mundo de possibilidades…

Muito tem se falado sobre o mercado de cervejas especiais no Brasil e no mundo, mas afinal, o que é cerveja especial?

Cerveja especial é aquela que te faz sentir-se bem, no momento certo com as pessoas ideias, isso, definitivamente, não se discute mais, embora exista um abismo de aromas e sabores entre as artesanais e as de mercado.

Pensei muito antes de escrever este texto, procurei ser o mais sincero e imparcial possível, não quero aqui puxar a sardinha pro mercado artesanal (de onde venho), vamos apenas falar de possibilidades, ok?

Há tempos a cerveja deixou de ser aquela amarelinha, servida estupidamente gelada em bares e botecos ao redor do país, em copos congelados (com marcas de batom e gordura por sua extensão), ela ganhou status, fiéis seguidores e nobres apreciadores.

Resumidamente a cerveja é composta por quatro ingredientes básicos: água, malte de cevada, lúpulo e levedura.

Mas ela vai muito além disso, é muito comum hoje em dia, por exemplo, envelhecer cerveja em barris, seja ele de carvalho francês ou americano, e até mesmo em madeiras brasileiras como cerejeira e amburana. Vou além, que tal uma cerveja envelhecida em barris de whisky ou bourbon do Kentucky?

Conseguem imaginar a complexidade?

Os americanos há pouco mais de duas décadas vêm revolucionando a arte/alquimia da produção de cervejas, eles pegaram o que já era impecável e adicionaram ainda mais perfeição e ousadia às tradicionais receitas seculares europeias.

Não bastasse tudo isso, atualmente há uma gama infinita de ingredientes comumente usados em receitas pelos mestres-cervejeiros mundo afora: aveia, mel, tomilho, orégano, coentro, pimentas das mais variadas possíveis, hibisco, laranja, sal de flor e tantos outros.

O abismo que mencionei antes vai ficando evidente à medida que você e o seu paladar evoluem, sua percepção aumenta, sua sensibilidade idem, acaba que você lapida seu gosto de tal forma que passa a entender facilmente essas (escandalosas) diferenças entre “cerveja de massa” e cerveja artesanal. Só a prática, ou seja, o ato de beber cerveja, é que vai te proporcionar esse conhecimento.

Toda cerveja, é bom que fique claro, tem um propósito, é preciso respeitar isso, existem aquelas feitas para refrescar ou matar a sede e aquelas para encantar e surpreender.

Esse texto tem o objetivo de instigar em você, entusiasta ou não da cerveja especial, a vontade de procurar entender e distinguir um propósito do outro.

Como aconteceu comigo há mais de seis anos, numa degustação de cervejas importadas de um pub que passei a trabalhar, desse dia em diante, perante tanta novidade, informação, aroma e sabores, passei a ver esse vasto mundo sensorial com olhos (e papilas gustativas!) totalmente diferentes, desse dia em diante minha vida mudou, e mudou pra melhor. Vi que existem milhões de possibilidades sensoriais, só cabe a você saber o que fazer com esta oportunidade que lhe é dada.

Informação, como em qualquer situação do cotidiano, é absolutamente essencial, sem ela fica muito fácil ser iludido e enganado. Não acredite em tudo o que você vê e escuta na propaganda, procure um especialista ou uma loja especializada e com a orientação certa busque as infinitas chances que uma cerveja pode proporcionar (aquela feita com cuidado, raro conhecimento e ingredientes frescos e selecionados).

Seja no churrasco ou em um mosteiro trapista, a cerveja estará lá para lhe mostrar que os deuses foram muito bons com a gente, aproveite o momento e desfrute com prazer!

Anderson Cesari

Sobre Anderson Cesari

Publicitário, Empresário e Sommelier de Cervejas
contato: (45) 9993-3600
Cascavel - PR

Todos os posts

Posts Aleatórios

Anderson CesariCervejas Especiais e seu mundo de possibilidades…

Related Posts

1 comment

Join the conversation
  • Raquel - 17 de fevereiro de 2016

    Ótima matéria sobre cervejas especiais. Depois que você entra nessa não quer mais sair, bebe menos, com mais qualidade e bem mais feliz. E o Anderson entende como ninguém sobre o assunto e atende muito bem quem quiser se aventurar nesse mundo.

Deixe uma resposta