Arquitetando Estilos

Cidadania Italiana – Por onde começo?

Primeiramente, informo que este post será ótimo para quem quer entender se tem direito a cidadania. Ao mesmo tempo em que lhes escrevo, estou em processo de tirar o meu passaporte europeu devido ao direito da cidadania italiana e dessa forma, percebi que algumas dúvidas surgem no meio desse processo que pode ser tão complicado. O post hoje será mais curto, porém não menos importante, aliás, será muito importante, quiçá o mais importante (UAU 😆 ). Hoje você descobrirá através de alguns passos se você tem ou não direito a cidadania italiana.

Mas afinal, por onde começo, Paola? Vem comigo.

Primeiro passo: Reconhecimento da Cidadania Italiana

Primeiramente, a modalidade de reconhecimento mais comum aos interessados em obter o status de cidadão italiano é a modalidade por jus sanguinis, ou seja, possui direito à cidadania italiana por sangue todo filho de italiano. As outras seriam por casamento ou residência, menos usuais quando comparadas a de descendência.

O seu ascendente italiano pode ser o seu avô, bisavô, trisavô, tetravô…  Logo não existe limite de gerações para o reconhecimento da cidadania italiana, bem como não é exigido conhecimento do idioma italiano, nem da história e nem da legislação italiana.

Segundo passo: Árvore Genealógica

Parece brincadeira, mas aquela tarefinha do jardim de infância pode ajudar na sua cidadania haha

Por não existir limite de geração a árvore genealógica da sua família serve para descobrir quem são as pessoas que lhe transmitem o sobrenome italiano e baseado nisso, buscar as documentações necessárias para a obtenção da cidadania. Ao mesmo tempo, você pode marcar uma reunião familiar e pedir para todo mundo ajudar na montagem da árvore, ao mesmo tempo em que você descobre onde poderia achar as documentações necessárias. Falando nisso…

Terceiro passo: Documentação 

Definitivamente a parte mais demorada. Apesar de serem documentos básicos, frequentemente, juntá-los é mais complicado, porque devido ao tempo, podem ter se perdido e é necessário solicitar em cartório cópias e afins. Em suma, os documentos necessários para o reconhecimento da cidadania italiana são:

  • Certidões de Nascimento;
  • Certidões de Casamento;
  • Certidões de Óbito;
  • Certidão de Naturalização (essa somente para o italiano).

Desde já lembro que os documentos exigidos para o reconhecimento da cidadania italiana dependem da formação da árvore genealógica de cada família, afinal os documentos necessários serão somente das pessoas que lhe transmitem o sobrenome italiano e não é necessário apresentar as certidões dos cônjuges.

Exemplo:

– Bisavô (Italiano), você precisará dos seguintes documentos:
  Nascita ou Battesimo (na Itália);
  Certidão de Casamento ou Matrimonio (no Brasil ou na Itália);
  Certidão de Óbito;
  Certidão de Naturalização (positiva ou negativa).

– Avô, precisará dos seguintes documentos:
Certidão de Nascimento;
Certidão de Casamento;
Certidão de Óbito (caso seja falecido).

– Pai, precisará dos seguintes documentos:
Certidão de Nascimento;
Certidão de Casamento;
Certidão de Óbito (caso seja falecido).

– Filho (requerente – você), precisará dos seguintes documentos:
Certidão de Nascimento;
Certidão de Casamento (caso seja casado).

Dessa forma apresentei para vocês um pequeno passo-a-passo de por onde começar a obtenção da sua cidadania italiana.  E antecipadamente informo que os documentos serão necessários para então desenvolver o processo, seja no Brasil ou na Itália, logo, é importante tê-los prontos para então, começar todo o processo. E quais as diferenças entre os processos de cada país? Existem tantas diferenças? Qual será que fica mais em conta? Qual o mais rápido?

Calma, vamos por partes… Descubra se você tem direito a cidadania, vai juntando todos os documentos (pode ser demorado) e enquanto isso vou montando tudo isso no próximo post para vocês.

Arrivederci!

Paola.

Paola Latrônico

Sobre Paola Latrônico

Estudante de Relações Internacionais. São Paulo - Brasil.

Todos os posts

Posts Aleatórios

Paola LatrônicoCidadania Italiana – Por onde começo?

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *