Arquitetando Estilos

Gravidez e tatuagem, qual a relação?

Hoje eu vou tratar de um tema que traz muitas dúvidas aqui no estúdio: gravidez e amamentação. No que a gravidez e o ato de amamentar podem influenciar nas suas tatuagens? Existe alguma precaução a mais a se fazer antes, durante ou após a gravidez?

Antes de mais nada…

Vamos entender como a tatuagem funciona: o procedimento é feito com agulhas que atingem a segunda camada da pele onde o pigmento fica armazenado. Pra tatuagem se tornar eterna, ocorre um processo chamado fagocitose, onde as células da tinta são quebradas e o desenho fixado à pele. De maneira bastante resumida é simples de entender, né?

A dúvida que não quer calar

Como a tatuagem se acomoda na pele quando a mulher engravida? Pois bem, tudo a que a pele fica exposta impacta na sua tattoo. Se você não se hidrata e não passa cremes na sua tatuagem, ela desbota. Se você se expõe ao Sol e ainda por cima sem o uso do protetor solar, ela fica esverdeada. Se você faz atividades físicas com frequência ou gera movimentos de atrito sob a área tatuada, o traçado (se fino) tende a ir cedendo junto com a pele e estoura. Com um barrigão não é diferente. A partir do momento em que a mulher engravida, se tiverem tatuagens próximas à região da barriga, sternum, costelas e até mesmo na parte de cima das coxas, o desenho irá trabalhar junto da pele. Mas fiquem calmas, tudo o que vai, (geralmente) volta! E a tatuagem tende voltar ao seu estado original também.

No meu caso, tenho uma no sternum, bem na boca do estômago, toda trabalhada. Nenhum traço estourou. O que eu senti é que, como a pele expandiu, quando voltou ficou falhada na parte do preenchimento em algumas partes. Nada que eu precise sair correndo retocar. (Lembrando que comigo aconteceu assim, com você pode ser diferente) Eu engordei 18kg de um mocinho enorme, minha barriga foi bastante pra frente por eu ser baixinha.

Foto da tatuagem um ano antes de eu engravidar. Foto por cahzielasko. Tatuagem por yarafloresta.

Fotos por http://Instagram.com/victorinoyasmin de quando eu estava com oito meses de gestação.

Foto com 23 semanas pós-parto. Nota-se que a tatuagem desbotou bastante, mas a parte em que a tinta mais cedeu foi a das pontas inferiores da borboleta.

Fato ou mito: pode se tatuar na gravidez?

Bem, seu corpo está passando por uma bomba de hormônios, tudo em você está alterado, inclusive a sua sensibilidade. De acordo com a Dra Sheila Sedicias, se tatuar nessa situação é contraindicado, pois existem vários fatores de risco que podem afetar tanto o desenvolvimento do bebê quanto a saúde da grávida. (Leia a matéria completa aqui) Alguns dos maiores riscos, são:

  • Atrasos no desenvolvimento do bebê: durante o procedimento  é comum que a pressão arterial diminua e ocorram alterações hormonais, mesmo que a mulher esteja habituada à dor. Caso proceda, a alteração na pressão arterial pode diminuir a quantidade de sangue que vai para o bebê, sendo um fator relevante em atrasar seu desenvolvimento;
  • Transmissão de doenças graves para o bebê: mesmo que pouco frequente, é possível ficar infectado por uma doença grave, como Hepatite B ou HIV, devido ao uso de agulhas mal esterilizadas. Caso a mãe desenvolva uma destas doenças infecciosas, pode vir a transmitir para o bebê durante a gravidez ou o parto;
  • Malformações no feto: a presença de tinta fresca no organismo pode causar a liberação de químicos na corrente sanguínea, podendo levar a alterações na formação do feto;
  • Imunidade: como o sistema imunológico da grávida não é tão eficiente, há maiores riscos da tatuagem inflamar;
  • Tatuagem nas costas: caso seja feita uma tatuagem na linha da coluna, ou mesmo que a mulher já a tenha antes da gravidez, dependendo da posição do desenho pode impedir a aplicação da anestesia na hora do parto;

No meu caso…

Quando eu fiz minha última tatuagem já estava grávida e não sabia. Não perdi o meu filho (mais sorte do que juízo), mas não aguentei muito tempo de sessão. Sem falar que o desenho sofreu alterações depois de cicatrizado, efeito esse de um corpo que estava em processo constante de mudanças.

Foto da tatuagem quando recém-feita pela Vulcanotattoo, aqui eu já estava grávida de três/quatro meses.

Foto da tatuagem cicatrizada há um ano e dois meses. Podemos notar que um traço ou outro estourou, tem leves pontos de queloide (onde o traço fica em relevo), os gominhos na mão próximo ao pulso praticamente fecharam.

Amamentação

Já sabemos que a tinta não vai para o sangue. Mas existe a possibilidade da sua tatuagem inflamar. A maior chance de isso acontecer são em desenhos coloridos devido à composição das cores, ou em casos em que o cliente não cuida da tatuagem durante a cicatrização e a expõe à sujeiras e bactérias durante o processo de cicatrização. Se a sua tatuagem inflamar, o médico dermatologista irá indicar algum antibiótico pra combater à inflamação. Antibióticos não são indicados para lactantes pois cortam a produção do leite.

Num modo geral, médicos aconselham que não se tatue durante a alimentação exclusiva do bebê, durante os seis primeiros meses de vida. Se você, mamãe, continuar amamentando por mais tempo e for se tatuar, corre o risco de precisar cortar a amamentação. Já de acordo com a Dra Rachel Guerra de Castro (Leia a matéria aqui) , “não existem estudos que comprovem que a tinta da tattoo pode chegar até o leite materno, sendo prejudicial para a criança. Pouco se sabe em relação ao uso dos corantes, mas a substância possui grandes partículas que ficam depositadas na pele e não são secretadas pelo leite. Dessa forma, não há risco durante a amamentação por não ocorrer uma absorção cutânea da tinta”.

O que eu indico?

Aqui no estúdio eu não tatuo lactantes de até seis meses, e as que optam por tatuar depois desse período, ainda que estejam amamentando, eu solicito que escreva com a letra do próprio punho estar ciente dessa situação. E em casos de quem pretende continuar amamentando enquanto tiver leite, aconselho que segure mais um tempinho de se tatuar. Não dá pra brincar quando o assunto é tatuagem né?! Menos ainda quando envolvemos uma vidinha indefesa na história 😉

Yasmin Coiado

Sobre Yasmin Coiado

Tatuadora - Estúdio Yasmin Coiado
Rua 24 de Maio, 1416, Rebouças.
Curitiba - BR
Fone: (41) 3319.1695

Visite meu site
Todos os posts

Posts Aleatórios

Yasmin CoiadoGravidez e tatuagem, qual a relação?

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *