Arquitetando Estilos

Manual de como ter respeito com o tatuador

Hoje vou relatar um pouquinho dos bastidores do que nós, profissionais da tatuagem, muitas vezes passamos. É claro que o foco aqui somos nós porquê é o que me convém contar a vocês , mas acredito que se enquadre em muitas outras profissões também de área criativa ou até mesmo as demais que também tenham uma relação mais próxima com o cliente.

Valorize seu artista do coração 

Todo trabalho manual e artístico “sofre” por não conseguir assimilar um valor tabelado de custo sobre o serviço. Cada profissional investe em si mesmo à sua maneira, seja em cursos, com materiais de estudo, novas tecnologias para o atendimento e até na parte final do resultado da tatuagem. Cada artista sabe o quanto aplicou, dedicou e se esforçou para entregar seu trabalho com a devida qualidade. 

Algo que vemos com uma certa frequência é o cliente achar que tal artista não vale o valor que cobra. Taxar um preço no trabalho alheio é algo muito desrespeitoso, não é mesmo?! Além de sabermos que preço é diferente de valor, o fato de alguém impor o que acha ser um absurdo sem ter a capacidade para entender o que se passa por trás daquela arte é no mínimo complicado.

“Nossa que caro!”, “Ah! Mas eu sou professora, você tem que cobrar algo proporcional ao que eu ganho”, “Mas o meu amigo tatuou no fulano de tal e pagou R$30,00, você não consegue cobrir o valor?”

O que deve ficar bem claro aqui é que tatuagem não é necessidade, tatuagem é luxo! E assim como tal tem o seu valor. Antes de mais nada, procure saber sobre o portfólio do artista, pergunte à pessoas que tatuaram com determinada pessoa se valeu a pena, e aí então tome a sua decisão sem a necessidade de cuspir no artista como você achou caro ou desproporcional ao que o artista entrega. Seja elegante. Caso você não feche o serviço, agradeça mesmo assim. Todos saem felizes.

Seja paciente

Vou ser bastante abrangente: para que o trabalho final seja bem feito precisamos que vocês sejam pacientes. 

Todo artista gosta de absorver a essência do cliente antes de iniciar de fato o processo de criação. E é por isso que o atendimento, na maioria das vezes, demora. O atendimento não se limita apenas a passar um valor, mas a entender, sentir e vivenciar o que vocês querem tatuar.

Aguarde também pela entrega da arte. Nós entendemos que a ansiedade bate principalmente quando está chegando a vez de vocês serem atendidos. Mas cobrar por um desenho todos os dias só faz com que o artista vá perdendo aos poucos a vontade de trabalhar naquela arte.

Definiram um desenho e chegou a hora de tatuar? Seja paciente! Vá para o estúdio com calma, bem alimentado e sem horário para ir embora. Nada pior do que tentar apurar um trabalho que vai ficar permanentemente em você. 

Sentiu dor ou algum incômodo? Seja paciente mais uma vez! Se esforce ao máximo para não se mexer durante a sessão. Todo e qualquer movimento impacta positiva ou negativamente no resultado final.

Não leve 4839574930 acompanhantes na sessão 

Todo mundo já passou por aquela situação: você está no computador e tem alguém atrás de você observando o que você está fazendo. Que jogue a primeira pedra aquele que não trava em momentos como esse 😂 Tudo aquilo o que pode tirar nosso foco nesse procedimento tão sério deve ser evitado. Até porque nossos olhos devem estar focados na tatuagem e fica bastante complicado prestar atenção em todos à sua volta (motivo esse de que a maioria dos estúdios tem apenas uma cadeira para acompanhante, às vezes nem isso). 

Aconteceu algum imprevisto? Avise!!!!

Não tem nada mais chato do que você se comprometer com alguém e uma das partes não aparecer né?! Pior ainda sem nem avisar. Seja educado, ligue ou mande uma mensagem. Imprevistos acontecem e nós somos mais do que capazes de entender isso. Evite constrangimentos. Caso o tatuador esteja com a agenda lotada para o dia você ainda corre o risco de não ser atendido, ou pior, de atrasar toda a programação do dia (quisá até da semana! Não de esqueçam que além de tatuar ainda fazemos pesquisa, criamos, cuidamos do marketing e higienização do estúdio 😉)

Entrou em contato e recebeu uma resposta? Agradeça!

Parece óbvio, mas MUITA gente entra em contato, seja pra pedir uma ajuda, uma indicação ou tirar dúvidas e sequer agradece depois. Nem um “obrigado”. Não machuca, é de graça e todo mundo gosta de ser bem tratado #ficaadica

Mandar mensagem em todas as redes sociais

Uma das coisas que mais atrasam o atendimento para todos os clientes, é quando alguém fica enviando “Oi” ou “????” em todos os meios sociais! Gente, nós temos as mesmas redes de comunicação que vocês. Se alguém te manda inúmeras mensagens, a dela vai para o fim da fila certo? Com a gente é igualzinho, juro. Isso quando não encaminha o cliente para a caixa de spam. Nos ajude a ajudar vocês!

Estilo do tatuador

Algo que chega a ser difícil de entender é quando um cliente entra em contato com você e não sabe como você trabalha. Tudo bem que indicações são sempre bem-vindas, mas não se esqueçam que cada artista tem um estilo, um traço, um portfólio diferente. Pesquise! Compare! Observe se o desenho que você pretende fazer tem haver com a proposta do artista. Seja prático e objetivo. E acima de tudo, não se irrite caso o tatuador recuse determinado serviço! Quando não aceitamos tal trabalho é porquê acreditamos que tem profissionais por aí mais capacitados no resultado desse serviço. Pensamos sempre no melhor para o cliente e também no foco do que podemos apresentar à vocês. 

Fazer birra querendo que o artista mude sua forma de atender

Gente, nós lidamos com as mais variadas experiências todos os dias. Procure saber como cada profissional trabalha. Pontos a serem considerados: se o artista trabalha com cópias ou apenas com criações próprias; como anda a agenda; se o estúdio é privado ou aberto ao público sem a necessidade de agendar uma visita prévia; se o artista faz ou não reformas e coberturas; se a entrega da arte é feita previamente ou no dia da tatuagem juntamente com o cliente.

A gente sempre pensa que não deveria ser necessário ter que impor regras dentro dos estúdios para que os atendimentos funcionem bem. Mas incrivelmente, quando coisas como as que citei hoje começam a acontecer com frequência, as coisas podem sair do controle e gerar desgaste. Leiam tudo com o maior carinho que venho aqui acolher vocês, e reflita se você tratou o próximo hoje como gostaria de ser tratado também. 

Posts Aleatórios

Yasmin CoiadoManual de como ter respeito com o tatuador

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *