Arquitetando Estilos

Para ser original

Viver o século 21 não é tarefa fácil. A internet é uma maravilha e ninguém discute. Facilitadora de tarefas, ponte imaginária entre eu e você em qualquer ponto do planeta, fonte para pesquisas, espaço para infinitas inovações e um lugar onde de tudo se pode criar e de tudo se pode copiar.

Para ser original no século 21 é preciso de muito trabalho. Demanda pensar, não apenas fora da caixa, como também além da conta. Tudo, como diz Edward Norton em o Clube da Luta, parece ser “uma cópia de uma cópia de uma cópia”. Ser original no universo da internet é correr dos sensos comuns, fugir de zonas de conforto, evitar o “mais do mesmo” e, é claro, depois de fazer tudo isso, esperar pelas críticas.

Nos resta, além de pensar e imaginar o futuro, nos preencher de bagagens culturais. É impossível andar para frente sem reconhecer os passos que nos trouxeram até aqui. É preciso nos abastecer de clássicos: assistir filmes em preto e branco para entender o 4D das salas modernas; apreciar quadros de séculos atrás para absorver o abstrato de hoje. Para ser original é preciso construir o novo enraizado num terreno amplo, múltiplo, vívido, expressivo, ímpar.

Para ser original é preciso criar o novo e preservar o velho. O Museu Nacional é uma perda para todos nós, humanos.

Cinema

Entre os dias 17 e 26 de agosto aconteceu a 46° edição do Festival de Cinema de Gramado. Desde 1973 produções cinematográficas disputam a estatueta chamada de Kikito, o “Deus da Alegria”. Em 2018, o longa que recebeu o prêmio máximo do Festival de Melhor Filme, foi Ferrugem, de Aly Muritiba. Além de melhor filme, o longa também ganhou o Kikito de melhor roteiro, dividido por Aly Muritiba e a corroteirista Jessica Candal e melhor desenho de som para Alexandre Rogoski.

Ferrugem conta uma história relativamente comum nos dias de hoje. Em uma sociedade cada vez mais conectada, o vazamento de fotos e vídeos íntimos pode representar o fim da linha para quem sofre com o vazamento. A trama parte de um possível relacionamento entre Tati (Tifanny Dopke) e Renet (Giovanni de Lorenzi) que vai por água abaixo após um vídeo íntimo de Tati ser divulgado em um grupo de alunos e posteriormente indo parar, inclusive, em sites pornôs.

O filme não narra as motivações por trás do vazamento nem cria um mistério pelo caso. O longa se preocupa mais em como seus personagens respondem a essas situações, aproximando-se do público. Como eu e você reagiríamos a uma situação como essa?

Ferrugem pode ser visto em salas do Cinépolis Pátio Batel, Espaço Itaú de Cinema e Cineplus – Jardim das Américas. Se você quiser saber mais sobre o Festival de Cinema de Gramado, acesse o link abaixo:

http://www.festivaldegramado.net

Curitiba

Entre os dias 06 e 09 de setembro, acontece no MuMA (Museu Municipal de Arte) a Bienal de Quadrinhos de Curitiba. É bom avisar, desde já, que o universo dos quadrinhos vai muito além de histórias destinadas para o público infanto-juvenil. Inclusive, vem crescendo o número de HQs com tramas e conteúdos adulto (um dos meus favoritos é Persepolis que narra a história de uma menina que cresceu no Irã após a revolução de 1979).

Outros temas espinhentos também são abordados em forma de quadrinhos, como no caso do brasileiro Marcelo D’Salete que ganhou o maior prêmio de HQs do mundo com uma história sobre a escravidão. A obra garantiu o prêmio Eisner (considerado o “Oscar dos quadrinhos”) na categoria de melhor publicação estrangeira com a narração da resistência de quatro escravos no período colonial do Brasil.

Marcelo D’Salete e outras personalidades também estarão na Bienal de Quadrinhos. Para saber tudo o que vai acontecer no evento, dê uma olhada na programação no link abaixo:

goo.gl/xxJjw9

Para os amantes de uma das franquias mais bem-sucedidas na história do cinema, o Evento Star Wars vai acontecer entre os dias 06 de setembro e 14 de outubro. No Shopping Estação os visitantes vão poder aprender a manusear um sabre de luz, ajudar os Ewoks a protegerem suas casas e, para os aficionados por tecnologia, um simulador de chuva de meteoros que conta com piso inflável dando a sensação de estar em um local sem gravidade.

As atividades são destinadas para crianças de 4 a 12 anos, mas são abertas para todo o público. A entrada é gratuita e o horário de funcionamento é o mesmo do shopping.

Gastronomia & cerveja

Com o aval de Blumenau, acontece na capital a terceira edição do Oktoberfest Curitiba. Divido entre os dias 07, 08 e 09 de setembro no MON (Museu Oscar Niemeyer), o evento contará com um palco, uma pista de dança, restaurantes, cervejarias artesanais e uma comercial, praça de alimentação e área infantil. Nos dois primeiros dias de evento o início está marcado para as 11h30 e o término as 21h. No domingo, o Oktoberfest termina as 20h. Grupos Folclóricos, Blindagem e Motorocker também farão parte do evento que é destinado para toda a família.

Os ingressos para os dias individuais variam de R$15 (meia entrada) e R$30 (entrada inteira). O passaporte para os três dias custa R$40 (meia entrada e R$80 (entrada inteira).

Exposição

Voltando ao tema de se ser uma pessoa original, acontece em Curitiba a 2ª Mostra Bienal Caixa de Novos Artistas. A exposição conta com 37 obras de 30 diferentes artistas brasileiros. Entre desenhos, esculturas, fotografias, gravuras, instalações, intervenções, pinturas e o vídeo, é possível encontrar muitas experimentações e poesia.

É possível ver essas obras na Caixa Cultural Curitiba, entre os dias 29 de agosto e 28 de outubro de 2018. De terça a sábados, das 10h às 20h e aos domingos das 10h às 19h. A entrada é franca.

Música

Setembro vai ser um mês agitado para os amantes de shows. Mesmo que você não goste de algumas das bandas citadas, não tem como negar que por falta de show que não vai ser. O grupo KLB se apresenta no dia 15 no Teatro Positivo, Adriana Calcanhotto também no dia 15 no Teatro Guaíra, Paula Toller (21/09 no Guaíra), Sandy (28/09 no Positivo), Skank (29/09 no Positivo) e Thirty Seconds To Mars (30/09 no Positivo).

Nesse meio tempo, ainda vai acontecer a TribalTech 2018 Enlighten no dia 22 de setembro na Usina 5. Diferentemente da edição anterior, este ano o evento usará a totalidade do terreno da Usina sendo divido nas pistas: TribalTech, Timetech, Supercool, Organic Beat, 3DTTRIP, Redoma e 351. Além disso, vão fazer parte do Organic Beat (palco destinado para bandas), Planet Hemp, Boogie Naipe, Mano Brown e Karol Conka. O evento tem início as 14h e os ingressos já estão a venda indo de R$160 no ingresso comum, R$240 na área VIP, R$260 na área VIP + Kit e R$300 no backstage feminino. O masculino no backstage é R$100 mais caro. Para mais informações, acesse o link abaixo:

tribaltech.com.br

Café

Para se sentir um pouco mais próximo da França, o Café du Centre é uma ótima e deliciosa opção. Não vou negar que ele, para mim, é um lugar ideal para ter um encontro mais sério, seja com o chefe, a pessoa que você quer impressionar ou mesmo com a vó. É um lugar calmo com uma decoração clássica e atendimento atencioso. Lá você encontra cafés, chás, chocolates, croissant, salgados, sanduíches gourmet, sobremesas (incluindo em taças) e bebidas alcoólicas como a champanhe Veuve Clicquot.

O valor não é o mais barato da cidade, mas, para ter um momento tranquilo seja sozinho ou com alguém que vale o papo, o lugar é ideal. O cardápio conta com muitas opções (um dos cafés que mais vi na capital) e é possível ir embora sem não gastar mais do que se gasta em outros cafés. Se você é fã de um lugar com ares aristocratas, esse lugar é para você.

Espero que com a coluna de hoje você tenha tido ideias para visitar, degustar ou aproveitar o que Curitiba tem de melhor. Obrigado pela leitura e me escreva se você tiver uma crítica, um elogio ou uma sugestão.

Até a próxima.

Eduardo Martinesco

Sobre Eduardo Martinesco

Jornalista, Curitiba - PR.

Todos os posts

Posts Aleatórios

Eduardo MartinescoPara ser original

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *