Arquitetando Estilos

SANDUÍCHE!!!

Composto por duas fatias de pão, ou apenas uma fatia enrolada, com recheios que a sua criatividade puder criar, e pronto, está feito o SANDUÍCHE, prato que conquistou o paladar de todas as pessoas ao redor do mundo devido a sua praticidade, e que vem ganhando status mais nobre.

Com suas mais variadas versões, o sanduíche está ocupando lugar nas mesmas mais requintadas e muitas vezes se tornando o prato principal. Está associado a uma alimentação pouco nutritiva, porém, se feito com ingredientes balanceados, pode compor uma alimentação equilibrada e completa.

Passando para a parte da curiosidade, você já se perguntou quando e onde surgiu o sanduíche??? Pois bem, segundo a Larousse Gastronomique, encicloplédia da gastronomia, relata que trabalhadores rurais da França, consumiam suas refeições entre duas fatias de pão preto, mas este preparo ainda não tinha um nome específico. Quanto ao nome sanduíche, a história nos relata que o 4º conde de Sandwich, da Inglaterra, John Montagu (1718-1792), gostava muito de jogar cartas e apostas, e que trocava seu jantar por uma pedaço de carne entre dois pedaços de pão, e assim não precisava parar de jogar para poder se alimentar. O prato se popularizou e ficou conhecido como “sanduíche”.

John Mantagu, conde de Sandwich

John Montagu, conde de Sandwich

John Montagu é responsável pelo nome do prato, e não pela criação. Quanto à origem, acredita-se que esteja relacionada com a comemoração do Pessach, feriado judaico onde se come sanduíches feitos com o pão ázimo, ervas amargas e carne de cordeiro ou pasta de maçã com mel.

O sanduíche difundiu-se pelo mundo no século XIX, graças a necessidade de uma refeição rápida para os trabalhadores das grandes cidades movidas pela Revolução Industrial. Com o passar dos anos, o sanduíche sofreu muitas modificações, fazendo parte de grandes redes do setor alimentício, e criações de muitos chefs, que criam refeições do simples ao mais clássico e moderno, sempre inovando em suas criações.

No Brasil, existem duas vertentes do sanduíche: os fast foods e os sanduíches especiais. As redes de fast foods estão presentes em todas as partes do país, sendo que a primeira loja deste setor a se instalar em solo nacional, foi a rede brasileira Bob’s, aberta em 1952, no Rio de Janeiro.

Bob's

A multinacional McDonalds chegou no Brasil no final da década de 1970, conquistando muitos consumidores brasileiros, e assim, se espalhando por todo o país, trazendo diversas influências para nossa cultura alimentar.

Essas redes ajudaram a promover o sanduíche, inicialmente com hot dogs e hambúrgueres, chegando à diversos outros formatos, como por exemplo baguetes, wraps, beirutes e tostex.

Além das redes de fast foods, não podemos esquecer do carrinhos de sanduíches de rua, uma das nossas heranças culturais alimentares, precursores dos nossos famosos, e atuais, food trucks.

food truck

COMO MONTAR O SEU SANDUÍCHE

O “sanduba” foi feito para comer com as mãos, sendo assim, o pão tem que ter uma estrutura que sustente o recheio e, ao mesmo tempo, não pode deixar o lanche muito pesado. Para facilitar a vida, aí vai algumas dicas para a montagem:

  1. Não coloque ingredientes frescos e delicados, como folhas e vegetais, em contato direto com ingredientes quentes, como por exemplo carne ou queijo derretido.
  2. Derreta o queijo sobre outro ingredientes, de preferência a carne, assim facilita a sua manipulação.
  3. Grelhe as fatias de pão, isso evita que seu pão fique murcho.
  4. Impermeabilize as fatias de pão com algo gorduroso, como manteiga, maionese ou queijo cremoso.
  5. Coloque os ingredientes mais consistentes na parte inferior do sanduíche, e os de menor consistência por cima, deste modo o recheio não sai pelos lados.
  6. Ingredientes escorregadios, como folhas, rodelas de pepino, tomate, etc., devem estar em contato com o pão.
  7. O molho deve ser servido à parte, evitando que o pão fique encharcado.
  8. Quanto mais dura for a casca do pão ou sua consistência, mais estável deve ser o recheio, evitando que ele saia pelas beiradas com a pressão da mordida.
  9. Quando for transportar o sanduíche por longos períodos, acondicione-o de cabeça para baixo, pois geralmente a parte de cima do pão é maior que a de baixo, permitindo que absorva a umidade e os molhos.
  10. Use folhas inteiras, pois quando picadas elas perdem água com maior facilidade, ficando murchas e umedecendo o sanduíche.

montagem de sanduba

BAURU

Criado em 1937 no restaurante Ponto Chic, no Largo do Paissandu, em São Paulo, é um dos lanches clássicos brasileiros. A história conta que o estudante de Direito da USP, Casimiro Pinto Neto, nascido na cidade de Bauru (SP), foi quem criou o lanche que leva o nome da cidade onde nasceu. Originalmente feito com queijo derretido, rosbife, picles de pepino e tomates servidos no pão francês sem miolo. Atualmente, a forma mais comum do preparo leva presunto, queijo e tomate.

SERVE 4 PESSOAS

Ingredientes

  • 100 g de manteiga
  • 160 g de queijo gouda ralado
  • 160 g de queijo estepe ralado
  • 160 g de queijo gruyère ralado
  • 2 tomates
  • 4 picles de pepino
  • 4 pães franceses
  • 400 g de rosbife fatiado

Modo de preparo

  1. Fatie os tomates em rodelas de 0,5 cm.
  2. Fatie os pepinos horizontalmente em três partes.
  3. Em uma tigela, disponha amanteiga e deixe-a em banho-maria até derreter. Adicione os queijos à manteiga e mexa até obter uma pasta uniforme.
  4. Corte os pães pela metade e retire o miolo. Acrescente o rosbife fatiado, o tomate, o picles de pepino e, por último, a pasta de queijos derretidos. Finalize colocando a parte superior do pão.

bauru

BURACO QUENTE

Não se sabe ao certo sua origem. Uns dizem que é alemã, outros dizem que é portuguesa, mas a verdade é que este sanduíche é muito comum em festas infantis brasileiras. Trata-se de um lanche rápido, fácil, que não precisa de ingredientes extraordinários ou técnicas complicadas para a montagem. Pão francês e um recheio de carne moída bem feita e está feita a festa.

SERVE 4 PESSOAS

Ingredientes

  • 800 g de carne moída
  • 2 colheres (sopa) de molho inglês
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino moída a gosto
  • 250 ml de azeite de oliva
  • 1 cebola picada
  • 1 talo de alho-poró picado
  • ¼ de cenoura picada
  • 1 dente de alho picado
  • 3 tomates, sem pele e sem sementes, picados
  • 1 ramos de tomilho
  • 1 folha de louro
  • 2 colheres (chá) de urucum ou colorau
  • 4 colheres (chá) de salsinha picada
  • 4 colheres (chá) de cebolinha picada
  • 4 pães franceses

Modo de preparo

  1. Misture a carne com o molho inglês, o sal e a pimenta-do-reino. Deixe marinar por 15 minutos.
  2. Aqueça uma frigideira com azeite e frite a carne pouco a pouco, reservando ao dourar.
  3. Na esma frigideira, adicione mais azeite e refogue a cebola, o alho-poró, a cenoura e o alho.
  4. Acrescente o tomate picado, o tomilho e o louro; cozinhe até desmanchar.
  5. Incorpore a carne e tempere com sal, colorau, molho inglês da marinada e pimenta-do-reino. Cozinhe o molho até engrossar.
  6. Desligue o fogo e junte a salsinha e a cebolinha.
  7. Faça um furo em uma das extremidades de cada pão francês e retire o miolo com cuidado. Recheie cada unidade com a carne em molho.

buraco quente

CROQUE-MADAME

Sua origem está associada à França, sob influência de pratos de outros países. O nome está relacionado com o croque, pão banhado em ovos batidos antes de ser grelhado, típico da região da Provença, na França. Semelhante ao nosso misto-quente, o croque-madame leva um creme de queijo gratinado e um ovo frito ou pochê. Se servido sem o ovo, ele se torno um outro tipo de sanduíche, o croque-monsieur.

SERVE 4 PESSOAS

Ingredientes

  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 ½ colher (sopa) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de leite (240 ml)
  • Sal a gosto
  • Pimenta-do-reino moída a gosto
  • Noz-moscada ralada a gosto
  • 100 g de queijo parmesão ralado
  • 8 fatias de pão de fôrma ou 4 fatias de pão italiano
  • 1 colher (sopa) de mostarda Dijon
  • 16 fatias de presunto royale ou cozido magro (160 g)
  • 12 fatias de queijo gruyère (200 g)
  • 30 ml de óleo vegetal
  • 4 ovos

Modo de preparo

  1. Preaqueça o forno a 200⁰
  2. Derreta a manteiga em uma panela, em fogo baixo. Adicione a farinha de trigo e mexa por 4 minutos.
  3. Acrescente lentamente o leite frio na misture de manteiga com farinha e cozinhe mexendo constantemente, até o molho engrossar (fogo baixo por aproximadamente 20 minutos).
  4. Retire do fogo e tempere com sal, pimenta-do-reino, noz-moscada e metade do queijo parmesão ralado. Reserve.
  5. Grelhe as fatias de pão, disponha quatro fatias de presunto e três fatias de queijo gruyère. Feche os lanches com outra fatia de pão.
  6. Em um refratário, coloque os sanduíches, cubra com o molho de queijo e finalize com a outra metade do queijo parmesão ralado. Coloque no forno para gratinar.
  7. Para os ovos pochê, coloque água para ferver em uma panela. Corte 4 pedaços de filme plástico e forre o fundo de 4 pratos fundos. Acrescente um fio de óleo sobre o filme plástico e quebre um ovo em cada prato (com cuidado para não estourar a gema).
  8. Uma as pontas de cada pedaço do filme plástico, faça uma trouxinha e amarre. Abaixe o fogo da panela e coloque as trouxinhas na água. Após 3 minutos, abra as trouxinhas de filme plástico e retorne o ovo à panela por mais 1 minutos.
  9. Sirva sobre o lanche gratinado.

croque madame

MISTO QUENTE

Este é o clássico de todas as padarias e carrinhos de sanduíche, encontrado de norte a sul do Brasil. Trata-se de um lanche muito simples, feito com pão, presunto e queijo. Acredita-se que foi criado por volta de 1940, em São Paulo, mas é nada mais, nada menos que um croque-monsieur (clássico francês) menos requintado.

SERVE 4 PESSOAS

Ingredientes

  • 30 g de manteiga
  • 8 fatias de pão de fôrma
  • 16 fatias de presunto sem capa de gordura
  • 16 fatias de queijo muçarela

Modo de preparo

  1. Passe a manteiga em um dos lados de cada pão.
  2. Separe quatro fatias de pão e disponha sobre elas três ou quatro fatias de presunto e, em seguida, três ou quatro fatias de queijo. Cubra com as outras quatro fatias de pão, formando 4 sanduíche.
  3. Esquente uma frigideira. Coloque o sanduíche com o presunto na parte inferior e deixe grelhar em fogo baixo por 3 minutos. Vire e deixe grelhar por mais 3 minutos do outro lado.
  4. Caso ainda não esteja dourado e crocante, aumente para fogo médio e aqueça cada lado por mais 1 minutos.

misto quente

Mariana Braz

Sobre Mariana Braz

Médica veterinária e gastróloga. É de Cascavel, Paraná.

Todos os posts

Posts Aleatórios

Mariana BrazSANDUÍCHE!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *