Arquitetando Estilos

Tratanto a TAG sem efeitos colaterais

Continuando nossa sequência de transtornos de ansiedade, hoje falaremos do TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada). Como já disse no post anterior, a ansiedade não é considerada um fenômeno necessariamente patológico e é mais bem entendida como uma função natural do organismo que permite que o mesmo esteja preparado ou que se prepare para responder da melhor forma possível a uma situação nova e desconhecida ou a uma situação já conhecida e interpretada como potencialmente perigosa. Entretanto, se a ansiedade atingir graus muito elevados e contínuos, ela pode ser considerada prejudicial ao organismo, pois fará com que este permaneça em constante estado de alerta, configurando então, uma situação patológica.

O TAG é uma preocupação excessiva, ocorrendo na maioria dos dias por um período de pelo menos 6 meses. A ansiedade e a preocupação são acompanhadas de alguns sintomas como inquietação, fadiga, dificuldade em concentrar-se, irritabilidade, tensão muscular e perturbação do sono. Os indivíduos com TAG nem sempre são capazes de identificar suas preocupações como “excessivas”, mas conseguem perceber que isso atrapalha a convivência social em áreas importantes de suas vidas. A intensidade, duração ou frequência da ansiedade ou preocupação são desproporcionais à real probabilidade ou impacto do evento temido.

Na MTC, não existe separação entre mente, corpo e espírito e, portanto, não existem classificações de doenças ou distúrbios exclusivamente psicológicos ou psiquiátricos, como ocorre no ocidente no caso de transtornos de ansiedade.  O tratamento ocidental pode causar desarmonia em um dos cinco principais órgãos do corpo (na perspectiva chinesa: coração, baço-pâncreas, pulmão, rins e fígado) e ocasionará automaticamente um desequilíbrio nos aspectos mentais e espirituais desses órgãos, chamados respectivamente de shen, hun, po, yi e zhi.

A terapia através da acupuntura visa restaurar o equilíbrio energético dos meridianos, o que trará harmonia e saúde. O restabelecimento da saúde é realizado por um processo contínuo e gradual. No caso do tratamento do TAG, a acupuntura atua ainda com efeitos sedativo e ansiolítico, além de tratar o indivíduo como um todo (corpo-mente-espírito), restaurando a saúde global, sem efeitos colaterais. E não precisa ser feita exclusivamente com agulhas, mas também com laseracupuntura, auriculoterapia e outras terapias sem furos.

Beijos e até a próxima

Ale Iasbek

Alessandra Iasbek

Sobre Alessandra Iasbek

Fisioterapeuta Especialista em Ortopedia e Acupunturista.
CREFITO: 75148/8
Londrina - PR.

Todos os posts

Posts Aleatórios

Alessandra IasbekTratanto a TAG sem efeitos colaterais

Related Posts

Deixe uma resposta