Arquitetando Estilos

Primeira viagem a Europa: Planejamento.

Como fiz um post pré-Europa, nada mais justo que um pós-Europa, né!

Planejar a viagem para esse continente com tantos países próximos a serem visitados não é uma tarefa simples, a vontade de conhecer todo o “Velho Continente” fala alto, por isso é preciso lembrar dos pontos importantes para que a viagem possa ocorrer bem e não tenha nenhuma surpresa indesejada. Então, vamos lá:

Passaporte e visto

Quando se viaja para o exterior o passaporte é o documento padrão exigido na maioria dos países, por isso, é necessário que você tenha esse documento e certifique de que a data da validade ainda esteja dentro do prazo.

Já o visto, devido ao Tratado de Schengen, a maioria dos países da Europa não exigem visto para os brasileiros. Veja nesse link os países que precisam ou não de visto.

OBS: se for fazer conexão em algum outro continente, verifique a necessidade de visto para imigração.

Documentos necessários para viajar dentro da Europa

Apesar do visto não ser exigido na maioria dos países, é necessário passar na imigração ao chegar a um país e nessas horas algumas coisas podem ser exigidas ao turista, como:

  • Passaporte: documento oficial para um viagem ao exterior;
  • Seguro Viagem: exigido para que o turista tenha uma cobertura para assistência médica por doença e/ou acidente.
  • Passagem de Volta: um dos itens mais pedidos na imigração, uma vez que comprove a veracidade da sua estadia apenas para turismo, por isso, mantenha-a em mãos;
  • Comprovante de Hospedagem: outro item muito exigido na imigração, por isso, mantenha-os em mãos. Se o local de hospedagem for a casa de um amigo, necessário apresentar a carta convite, que é possível ter acesso á vários modelos na internet mesmo.
  • Comprovantes Financeiros: pode ser mais difícil de ser pedido, porém, é melhor evitar a fadiga, assim leve consigo um extrato bancário da sua conta bancária ou do seu cartão pré-pago de viagem. De acordo com os sites das embaixadas de Portugal e Espanha, o valor médio diário exigido numa viagem pela Europa seria de 65 Euros.

Novamente, pode ser que na imigração eles não peçam nada disso, mas pode ser que sim, então para que a viagem ocorra sem problemas, esteja prevenido.

Roteiro

O que mais ouvi quando dizia que iria viajar  “vai viajar para quantos países?” e eu respondia, “Três: Portugal, Reino Unido e Espanha” parece pouco devido a proximidade entre os países, mas acreditem, cansa!  😳

Pensando só na parte de conhecer os lugares, realmente, parece pouco, mas é preciso lembrar do tempo para arrumar a mala de um lugar para o outro, tempo de check–outs, atrasos de voos, fazer check-in, trânsito, entre outras coisas que podem ocorrer de uma viagem a outra. Por isso, a média é de no mínimo 3 dias nas grandes capitais para poder conhecer tudo. Uma dica válida é fazer bate-volta em cidades mais próximas para assim poder conhecer bem os arredores. E acreditem, 3 dias para alguns lugares ainda é pouco.

Hospedagem

Dicas: antecedência e localização. Site de reservas, como Booking, são muito válidos, uma vez que eles dão até desconto em algumas atrações turísticas, além de unificar a visibilidade dos preços. Lembre-se de que quanto mais próximo das atrações turísticas, mais caras ficarão as estadias, porém, ficando próximo a uma estação de metrô você ficará bem localizado.

Locomoção

Dica: organização. Por mais próximos que sejam os países, é preciso planejar os deslocamentos entre os países, ou mesmo, entre as cidades para evitar perda de tempo e dinheiro. Os meios de transporte mais eficientes da Europa são:

  • Avião: Existem as famosas passagens aéreas low-cost, como o nome já diz, passagens a um preço mais acessível. Porém vale lembrar que para os voos nacionais a mala despachada, somente uma, pode pesar até 23 kg, e outra de mão, para não pagar excesso de peso. Mas sempre leia as regras e limitações de cada companhia para não ter surpresas;
  • Trem: o meio de locomoção europeu. Isso se deve a facilidade de chegada até uma estação, que normalmente se encontra no centro da cidade, e porque é preciso chegar apenas meia hora antes do trem embarcar. Eu fiz duas viagens de trem enquanto estive lá: uma viagem de 3 horas e outra de quase 12. Para uma viagem curta acho válido, porém mais longa, com o intuito de dormir, achei desconfortável pelo chacoalhar do trem e não me adaptei;
  • Ônibus: se estiver com o tempo tranquilo e quiser economizar, essa seria a opção;
  • Carro: somente para as viagens ao interior. A busca por estacionamento e o trânsito não valem a pena, além do preço do seguro completo ser bastante caro.

Bagagem

Se você for viajar para a Europa no final do Outono ou início do inverno, clique aqui, fiz um post sobre o que levar baseada na minha experiência no Canadá e realmente, coube também para a Europa. Se você for na Primavera x Verão leve roupas leves, protetor solar e um casaco leve, para quem mora em São Paulo, sabe bem do que estou falando 😆

Não se esqueça da diferença de peso das malas. Aqui do Brasil você pode sair com duas malas grandes de até 32 kg cada uma, mas se você for viajar dentro da Europa se atente aos limites de cada companhia. Mochilão ou rodinhas? Vai de cada um. Eu levei muita coisa por medo de não conseguir lavar a roupa e foram 27 dias! Juro, usei tudo e ainda faltou um pouco 😳

Mas para quem for levar poucas coisas e for viajar pela Europa, com a possibilidade de lavar as roupas, um mochilão vai bem devido a praticidade.

Orçamentos e Custos

O custo de uma viagem vai de acordo com o estilo de cada viajante e do tempo da viagem, eu fiquei 27 dias, revezando entre hotéis e Airbnb (farei um post sobre isso futuramente). Como fui com minha mãe e padrasto, saiu mais caro por ter mais gente e eles preferirem opções mais confortáveis, ao invés de mais baratas, mas pesquisando, achei que uma média de gasto diário por casal, para 15 dias, fica em torno de 150 euros.

UFA! Acho que consegui dar um overall sobre a viagem pela Europa. Ainda farei outros posts para explorar mais a fundo outros temas, mas espero que tenham gostado.

Fiquem a vontade para tirar dúvidas, darem dicas ou sugestões, seja de cidade, restaurantes ou até de próximos posts.

Até a próxima!

Paola.

Paola Latrônico

Sobre Paola Latrônico

Estudante de Relações Internacionais. São Paulo - Brasil.

Todos os posts

Posts Aleatórios

Paola LatrônicoPrimeira viagem a Europa: Planejamento.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *