Arquitetando Estilos

Vinhos Imperdíveis até R$50,00.

Já falamos por aqui que os supermercados são ótimas opções para comprar vinhos gastando pouco. Se você não leu esse post ou quer relembrar as dicas para não cair em armadilhas, clique aqui .

E hoje selecionamos algumas boas dicas de vinhos bons e baratos para vocês perderem o medo e se arriscarem em rótulos que valem a pena:

No Super Muffato:

IMG_6837 (1)

Isidora Riesling, R$42,90: Produzido pela Cousiño Macul, uma vinícola chilena tradicionalíssima, é um baita achado e explico porquê: A Riesling é muito cultivada na Alemanha e Alsácia (França) e as garrafas tem sempre um valor salgadinho. Por ser uma uva de muitas nuances e fácil harmonização é uma das queridinhas dos especialistas em vinho e sua demanda ajuda a inflacionar os rótulos dessa casta. Esse vinho não é o auge da tipicidade da riesling, mas traz os aromas de petróleo (não faça cara feia, isso é incrível) típicos da casta, um abacaxi em calda e uma acidez média…. Eu adorei e harmonizei com guacamole.

IMG_6838

Santa Veronica Malbec, R$42,90: Não tem jeito, o malbec é um dos preferidos dos brasileiros. Sempre falo que devemos provar as novidades, mas se sua ideia é um comfort wine a dica é testar esse, produzido pela moderníssima Zucardi e de excepcional qualidade pelo preço.

No Festval: 

IMG_6898

Vinhas da Comporta, R$34,90: Esse é pra quem quer explorar o novo. A região de Setúbal é mais conhecida por seu emblemático Moscatel (um vinho naturalmente doce incrível), os tintos dessa região são muitos estilosos e diversos (sempre naqueles assemblages com um montão de uvas que os portugas adoram) e são ótimos para acompanhar feijoada. Com esse precinho, fale se não vale a pena arriscar e sair dos portugueses mais conhecidos do Alentejo e Douro?

IMG_6901

Tenuta Poggio Primo, Chianti Classico, R$39,00: Eu adooooooooro chiantis, já falei sobre eles aqui e são coringas para levar no almoço de domingo, para uma sopinha e para uma noite de queijos e vinhos.

No Condor:

IMG_7172

Roca, R$31,90: Vinho perfeito para quem não gosta de muitos taninos, prefere alternativas mais leves. A combinação Sangiovese/Bonarda resulta em uma boa acidez e taninos macios. Um vinho fácil de gostar.

Gostaram das dicas? Não é porque a grana tá curta que você vai ficar sem um bom vinho.

Até a próxima coluna, Keli Bergamo.

Sobre Keli Bergamo

Advogada e Especialista em Vinhos Wset 3. Londrina - PR.

Visite meu site
Todos os posts

Posts Aleatórios

Keli BergamoVinhos Imperdíveis até R$50,00.

Related Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *